Tudo que eu sempre quis escrever e ninguém teve paciência de ler.

terça-feira, junho 27, 2006


Um Navio

Imagine que você está à beira-mar e você vê um navio partindo
Você fica olhando, enquanto ele vai se afastando e afastando, cada vez mais
longe
Até que finalmente aparece apenas um ponto no horizonte
Lá onde o mar e o céu se encontram
E você diz: "Pronto, ele se foi"

Foi aonde? Foi a um lugar que sua vista não alcança
Só isto
Ele continua grande
Tão bonito e tão importante como era quando estava com você
A dimensão diminuída está em você, não nele
E naquele exato momento em que você está dizendo "ele se foi", há outros
olhos vendo-o aproximar-se, outras vozes exclamando em júbilo:
"Ele está chegando"

Rabino Henry Sobel

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Texto maravilhoso!

11:31 PM

 
Blogger Lucas de Freitas Lyra luquita said...

Reconfortante ler esse texto! Maravilhoso....

9:37 AM

 

Postar um comentário

<< Home